Sem dormir? Conheça os sinais de privação de sono

Problemas de acne

Se você não descansou o suficiente na noite anterior, o sinal revelador pode ficar bem em cima do seu nariz. A acne pode surgir quando você não dorme o suficiente.

Na verdade, a privação do sono é considerada um dos três principais desencadeadores da acne, junto com o estresse e a sudorese. Estudos comprovam isso. É possível que, ao interromper seus hormônios, a insônia também perturbe o equilíbrio químico da pele que afasta as espinhas.

Olhos inchados e olheiras

A insônia afeta seu rosto. Os pesquisadores descobriram que sua boca, testa e olhos podem revelar a outras pessoas que você não está descansando o suficiente. Em particular, um dos sinais característicos de sonolência é a presença de olheiras e olhos inchados.

Nem todas as olheiras vêm da perda de sono, mas muitas vezes é um fator contribuinte. Um estudo analisou 200 indivíduos, a maioria mulheres, que tinham hiperpigmentação periorbital – o termo médico para círculos escuros ao redor dos olhos. Destes indivíduos, 40% sofriam de falta de sono adequado, incluindo insônia.

Em outro teste de pesquisa, os observadores foram solicitados a avaliar os rostos dos sujeitos. Uma foto de cada sujeito foi tirada após uma noite inteira de sono, e outra foi tirada após apenas 5 horas de sono, seguida de 31 horas de vigília.

Os observadores identificaram os rostos bem descansados como sendo mais alertas, jovens e atraentes na maior parte do tempo. Eles também observaram o inchaço nos olhos e as olheiras como um dos sinais mais óbvios de que os participantes não dormiam o suficiente.

Não apenas isso, mas os observadores julgaram que rostos com pouco descanso também pareciam mais tristes. Portanto, se você quiser transmitir uma vibração alegre, certifique-se de estar na cama na hora de dormir.

A perda do sono pode levar ao ganho de peso

Se você teve problemas para dormir recentemente, não se surpreenda se ganhar alguns quilos a mais. Menos de seis horas de sono por noite aumenta o risco de obesidade. Para entender por quê, você precisa saber como a insônia afeta seu corpo.

Quando você perde o sono, a química do seu corpo muda. Os hormônios que controlam a fome ficam desequilibrados, fazendo com que você sinta fome com mais frequência.

A química do seu corpo muda. Os hormônios que controlam a fome ficam desequilibrados, fazendo com que você sinta fome com mais frequência.

Você também se torna menos sensível à insulina, a substância química que permite absorver a energia do açúcar.

Os resultados dessas mudanças foram mostrados em laboratório. Pessoas forçadas a ficar sem dormir comem mais – especialmente lanches ricos em carboidratos.

Esses resultados foram confirmados em pelo menos dois estudos. Portanto, se você não está tendo tempo suficiente na cama, tome cuidado com a larica. Eles parecem ser mais difíceis de controlar quando você fica sem dormir.

Detox caps emagrece, conheça e comece a perder peso o quanto antes!

Desejo de sal, açúcar e junk food

Sem dormir? Conheça os sinais de privação de sonosalgados e açucarados são especialmente difíceis de evitar quando você não ingere zzzs suficientes.

Seu corpo parece ansiar por alimentos com alto teor calórico quando você está cansado. Visto que muitos alimentos ricos em calorias são doces ou salgados, essa conexão faz sentido.

Além dos riscos de obesidade discutidos anteriormente, comer muito sal e açúcar adicionado tem sido associado a sérios problemas de saúde.

Ingerir muito açúcar aumenta o risco de diabetes e doenças cardíacas, entre outras condições. Muito sal pode causar danos ao coração e aos rins, e também aos ossos.

Bebendo mais cafeína

Quando você não dorme o suficiente, o poder mágico da cafeína para animá-lo e mantê-lo em movimento diminui. Os bebedores regulares de café podem notar que, após alguns dias de sono inadequado, seu café da manhã pouco faz para acordá-los.

Isso foi demonstrado por meio de pesquisas. Um estudo deu aos participantes apenas cinco horas de sono por cinco dias consecutivos.

Alguns dos participantes ingeriram 200 mg de cafeína (quase o mesmo que uma xícara de café) e alguns receberam um placebo em um teste duplo-cego.

Não demorou muito para que os resultados aparecessem. Depois de três noites de sono ruim, os participantes que receberam cafeína não mostraram mais nenhuma vantagem, pois realizaram uma série de testes destinados a demonstrar seu estado de alerta.

No entanto, houve uma diferença observada no grupo da cafeína. Aqueles que estavam com cafeína e privados de sono se consideraram mais felizes nos primeiros dois dias, mas mais irritados nos dias seguintes.

Irritabilidade e estresse

Como você se sente depois de uma noite de sono ruim? A maioria das pessoas está familiarizada com as emoções que vêm com a sonolência. Eles podem se lembrar de se sentirem mal-humorados, facilmente irritados e mais estressados.

Essa experiência também se mantém no laboratório. Os cientistas do sono demonstraram que ficar sem dormir o suficiente pode deixá-lo mais triste, com raiva, estressado e emocionalmente exausto.

Isso pode se transformar em um círculo vicioso. É difícil adormecer quando você está estressado. O estresse faz você se sentir alerta e acordado, porque está provocando seu corpo a se preparar para lutar ou fugir.

Um estudo descobriu que pessoas com insônia têm 20 vezes mais chances de desenvolver transtorno do pânico, que é um tipo de transtorno de ansiedade. Se você tem medo de estar no meio desse ciclo, o conselheiro de saúde mental certo pode ajudá-lo a resolver seus problemas de sono e humor.

Sentindo pra baixo

Assim como o estresse e a ansiedade, a depressão é outra condição intimamente associada ao sono inadequado. E, como o estresse, a depressão pode tanto causar quanto ser causada pela falta de sono.

Um estudo mostrou que pessoas com insônia crônica correm um risco cinco vezes maior de desenvolver depressão. Outro mostra que até três em cada quatro pacientes deprimidos apresentam sintomas de insônia, e essa porcentagem pode realmente ser maior.

Os cientistas estudaram as ondas cerebrais de pacientes deprimidos durante o sono. Eles descobriram que uma pessoa deprimida tem menos sono REM e tende a ter um sono fragmentado com mais freqüência do que o normal.

Mesmo depois que a depressão entra em remissão completa, os problemas de sono podem permanecer e, quando isso acontece, indica um risco maior de recaída.

Pouca concentração e problemas de memória

A insônia interfere na sua memória e pode dificultar a concentração. A memória está intimamente ligada a duas fases do sono. O sono REM, que é a fase em que ocorrem os sonhos, está associado à sua memória processual.

Esta é a memória na qual você confia para seu know-how quando está aprendendo uma nova tarefa. O sono não REM está associado à memória declarativa.

Essa é a memória que você usa quando precisa se lembrar de um evento ou fato. Quando o sono é interrompido, ambos os tipos de memória são colocados em risco.

Além disso, a dificuldade de concentração está associada ao sono fragmentado e à insônia. Você pode nunca perceber isso, no entanto.

Embora estudos mostrem que sua concentração cai quando você fica sem dormir, eles também mostram que é provável que você classifique sua concentração mais alto durante esses períodos. Essa autopercepção distorcida também pode ser consequência de um sono insatisfatório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *